CodeRunner: Christiania Edition


Algumas semanas atrás fiz a atualização para o iOS11 no meu iPhone 7. Resolvi acessar depois de algum tempo o App. do CodeRunner, um dos meus jogos prediletos (veja uma abordagem que fiz sobre ele no meu livro Jogos Locativos). Para minha surpresa, recebi a seguinte mensagem: “O desenvolvedor deste aplicativo precisa atualiza-lo para que funcione com o iOS11”. Foi neste momento que a ficha caiu. Parece que os desenvolvedores decidiram não investir mais seu tempo em CodeRunner. Assim, pode ser que o jogo saia em breve da App. Store. Um forte indício é que o próprio site oficial do jogo já não está mais online. Peguei então meu velho iPhone 5, que ainda estava com o iOS 10.3.3 instalado. Testei para ver se estava tudo ok e constatei que o jogo ainda rodava tranquilamente. Foi aí que tive a ideia de jogar novamente CodeRunner , desta vez usando o espaço urbano de Copenhagen. Escolhi jogar na Christiania, famosa comunidade inserida no distrito de Christianshavn.

Entrada da Comuna da Christiania

Christiania é um dos pontos turísticos mais visitados em Copenhagen. Trata-se de um perímetro que, mesmo inserido no espaço urbano da capital, é organizado por leis fixadas em 1989, através de um tratado que transfere sua jurisdição para o Estado Dinamarquês. Os seus quase mil moradores se consideram pertencentes a uma comunidade autônoma, com leis e regras próprias que são toleradas pelo Governo da Dinamarca. Dentre elas, por exemplo, podemos citar o uso e comércio controlado da cannabis sativa. Por outro lado, o trafico e uso de drogas consideradas pesadas são vetados pelos políticos na Dinamarca e pelos próprios moradores.

O lugar apresenta forte influencia de ideologias alternativas, como os hippies e o anarquismo. Possui uma vida cultural bastante agitada, com opções ligadas à musica artesanato, teatro, cinema etc. Oferece escolas e centro comunitário ligados sobretudo ao ensino da arte. O fluxo de pessoas na Christiania é intenso durante todo o dia. Além disso, é tomado por atmosfera peculiar e um cenário quase que cinematográfico.

     

Passei duas tardes jogando CodeRunner na Christiania. Consegui cumprir toda a parte do jogo conectada à história, restando apenas compartilhar e coletar conteúdo em outras localizações – procedimento que eu já tinha realizado nas outras vezes que terminei CodeRunner. Foi um experimento incrível, pois o jogo acabou me direcionando para localizações que eu ainda não tinha visitado na Christiania, como a praça principal da Comunidade, a escola, uma pequena ponte que conecta à parte residencial etc. Em outras palavras, esta minha incursão na Christiania foi guiada pelos objetivos impostos por CodeRunner. Irei documentar esta experiência no meu próximo livro, que deverá ser lançado no próximo ano, fruto deste meu período sabático na IT-University of Copenhagen. Até lá, aproveite para se despedir de CodeRunner antes que o jogo saia definitivamente da loja.